24 de out de 2009

Honra - Familia LDR + Entrevista



Hoje é o lançamento do mais novo trabalho do grupo FAMILIA LDR (Lokos Da Rima) com o single "Honra", onde o mesmo foi produzido pelo Dj Caíque, contendo a participação do Doncésão. O som está muito bom, vale a pena conferir...E a VANGUARDA DO RAP NACIONAL juntamente com o ESCRITA HIP HOP fez uma pequena (Só para ilustrar essa nova jornada do LDR) com o Jóta LDR, e em seguida o link desse ótimo trabalho.


VdRN & EHH - A Cultura Hip Hop é uma forma de reação a violência sofrida pelas classes menos favorecidas, é reivindicação, você acham que a cultura esta perdendo esse essência?


Jóta LDR - Ótima pergunta. Que está perdendo a essência é notório, falo isso sem medo nenhum dos guardiões do templo "R.A.P", mesmo por que também sou um deles rs. A questão é, aonde estão as leis do hip hop? o bambata as tem? por que eu nunca ouvi falar nada oficialmente. Eu respeito a essência, sei como tudo começou, luto pela raiz desse movimento, mais não posso dizer que quem faz outras vertentes esta errado (Quem pode?). Ja passei da fase de criticar os aventureiros, ou os "reinventores" do hip hop. Antes de tudo pregamos a liberdade, o direito de ir e vir. Que assim seja no hip hop. Tem uma rima que eu escrevi a um tempo, só falta achar o som certo para encaixa-la. "A gravadora manipula até o flow do infeliz, mais enquanto eu tiver vivo existe rap de raiz" (Isso por que eu parei de criticar (hahaha)


VdRN & EHH - Podemos dizer que o Rap anda lado a lado com o crime devido ser um estilo das ruas e relatar uma realidade triste das periferias, consequentemente se torna um estilo musical muito complexo.
Vocês acham que o Rap pode ser interpretado de forma errada por adolescentes/crianças, e
assim leva-los para o caminho do crime ou das drogas? Se sim, como mudar isso?


Jóta LDR - Sem dúvida, a interpretação é livre né, irmão? Do meu estúdio a minha intenção é tirar os moleques do crime, da vida bandida, faze um som mostrando a "real realidade" como isso vai chegar no barraco dele é outra fita. Um exemplo é a música eu sou 157 do racionais. Ali fica claro, vai pro crime? se fodeu, é um caminho sem volta uma hora ou outra se vai rodar. O Brown deixo bem clara a idéia. Ja nas ruas cansei de vê moleque pagando de bandido, achando bonito se ladrão e cantando o refrão do som. Agora como eu vo muda isso a partir do momento que nada é unânime? aquilo que eu quero passa nem sempre é o que você vai assimilar.

VdRN & EHH - Para um grupo novo de Rap gravar um CD e divulga-lo é uma tarefa muito dificil, muitas vezes impossível. O que falta para que talentos da periferia, não apenas do rap, não sejam desperdiçados e assim sugados para o crime?

Jóta LDR - Vi uma matéria há alguns anos que conta a história do sabotage, onde o hood e o sandrão (Mais alguns manos que me falha a memória agora) descobriram ele e foram no barraco dele conhece-lo. Depois disso ja viu né? "Oportunidade" mano. O sabotage gravo um dos discos mais fodas da história do rap morando no meio do lixo irmão. Não preciso cita o Dexter que gravou um disco influente pra caralho diretamente de um cubículo dentro do Carandiru. Me diz quantos Ronaldinhos deve ter espalhados pelos campos de terra das favelas? Quantos tupac’s trancados nos sistemas penitenciários? Quantos zecas nas rodas de samba de boteco? Nessas horas aonde ta o Luxemburgo? Aonde estão os Produtores? Enfim vários talentos espalhados que ninguém sabe, ou até sabem porém alguns preferem gravar afilhados "sem o dom'' do que dar oportunidades pra "talentos" ocultos.

VdRN & EHH - Sabendo que vocês são fãs assumidos de Tupac Shakur, digam, o que um jovem que foi morto com 25 anos de idade mostrou para o mundo com sua letras violentas e sua personalidade forte?

Jóta LDR - Sou suspeito pra fala de Pac, acho ele o rapper mais influente de todos os tempos. Não vou nem citar o pioneirismo em diversos aspectos. O que ele mostrou para o mundo é que "você pode mano" ele mostrou para o mundo " que o mundo é nosso"

VdRN & EHH - Nós tivemos a oportunidade de receber esse single em primeira mão, e nele tem a seguinte passagem “Lealdade vem primeiro, antes de status e dinheiro...” Baseando-se na finalidade de obter apenas o dinheiro com o RAP, o que você acha de grupos que fazem o chamado “Rap Comercial”?

Jóta LDR - Se a finalidade do Rapper/Grupo for fazer a música apenas por dinheiro, pra mim não tem diferença nenhuma o cara faze rap comercial e rap de protesto. Eu vou respeitar mais um mc comercial que faz por amor, do que um revolucionário de cachê(E olha que tem vários). Eu Jóta, a LDR faz rap de raiz e de protesto sem ganha nada com isso, a diferença é que não fazemos o sofrimento se tornar demagogia. Deus me deu a oportunidade de fazer RAP POR AMOR COM AMIGOS, e entre a gente a nossa LEALDADE ta acima de qualquer estatueta.

VdRN & EHH - Qual a diferença do antigo para o mais novo Familia LDR?

Jóta LDR - Evolução musical e profissionalismo mano.Esses 3 anos sem por nada na rua me fez evolui muito. Ouvi com atenção todo tipo de rap, ouvi muita musica mano, musica de verdade. Eu aposto muito em trabalhos como esse EP da LDR, como os trampo da Família GNA e meu mano Branco tipo A de goiania. Por que são rappers que falam da rua, mantem a essencia com evolução. Não é só rima em cima da batida com voz de mal e pose de bandido. Existe melodia, existe métrica, levada.

VdRN & EHH- O Rap realmente está evoluindo, está crescendo...Ou esse número são só de Mc's virtuais? Como você analiza essa questão de termos tantos grupos mas ao mesmo tempo pouco espaço?

Jóta LDR - O hip hop é um fogão. A panela de pressão uma hora explode.

VdRN & EHH - Existe regra no Rap?
Jóta LDR - No meu existe. Ou escreve a SUA verdade ou vire um clone de suas influências. Caso você fique com a segunda opção nem me chame pra toma uma breja.

VdRN & EHH - Espaço aberto fiquem a vontade.

Jóta LDR - Um salve pra toda família que acompanha os trabalhos da LDR a todas as pessoas que encaram o hip hop com profissionalismo e seriedade. Um salve pra Vanguarda e pro escrita, valeu pela oportunidade [Sem mais salves por que o pânico não me paga nada rs). Ouçam o SINGLE HONRA, propaguem a idéia de LEALDADE na FAMÍLIA, seja ela de sangue ou não. Dinheiro é só ego, ego é só individualismo, e o único lugar que você vai sozinho é pro tumulo...

Para escutar esse ótimo trabalho da Familia LDR, com produção do DJ Caíque e participação do Doncesão, CLIQUE AQUI




"...Estamos em uma época em que varios mc´s falam de transição no movimento Hip Hop e principalmente no RAP. Varios grupos e mc´s mudando radicalmente seus estilos se sujeitando as novas tendências, tanto por status como pela busca do tão almejado dinheiro. Enquanto isso acontece, você ve amizades sendo contestadas, condutas reveladas e verdades vindo a tona como um soco na boca do estomago de quem as protagoniza.

No meio disso tudo surge o SINGLE "Honra". Espírito de família, filosofia Corlleone, Lealdade, Orgulho, Princípios.

Em “Honra” os Mcs Jota, Roko e Vh2 travam um paralelo sobre a relação entre a família LDR com a máfia italiana. As diferenças de ofícios são bem claras, assim como as de cifras bancárias e de localização geográfica.

Entretanto, a criatividade dos Mcs faz a comparação de modo original, expondo um pouco do estilo de vida desses moradores do Lauzane Paulista, exaltando alguns dos princípios que são comuns as duas “famílias”. Todo esse pensamento é perfeitamente traduzido em cima de mais um beat incrível produzido pelo DJ Caíque." - Por JÓTA LDR.

Comunidade do single "Honra" CLIQUE AQUI