19 de jun de 2009

Parei para pensar...



O que está acontecendo?

O que está acontecendo com tudo que nos cerca? O que está acontecendo com o mundo?
Enquanto o “mundo” pede socorro, os “humanos” se fingem de surdo.
Um dia desses acompanhei uma noticia onde a mãe de alguns adolescentes divulgou fotos dos mesmos na internet, sabe o amor só de mãe? Será que até ele é uma regra? Porque se for, aí está a exceção. Presenciei alguns debates sobre a possível falta de água no futuro, onde alguns egocêntricos mostraram suas garras. O futuro? Pra que quero saber dele? Quem vem depois que se vire, ouvi da boca de um. Engraçado, este mesmo, reclamou da violência em que vivemos, parei para pensar, neste país (Mundo, porque não?) da hipocrisia, se não for “comigo”, ta tudo perfeito.Altruísmo, amor ao próximo, respeito (...) parece que ta cada vez mais difícil, crianças não são mais crianças, ta tudo errado, e de novo eu pergunto, o que está acontecendo com o mundo?
Ninguém mais se respeita, se alguém for negro, branco, pobre, rico, alto, baixo, magro, gordo (...) Tudo é motivo para que aja conflitos, porque tudo isso? Pra que tudo isso?
Se eu ando com a camisa do Facção, eu sou marginal, por outro lado, eu sou respeitado, se andar de camisa social. Esse é o mundo que vivemos, onde até a roupa te faz um cara de “bem”.
São os contrates dos humanos, que lutam por algo, mas massacram outros, que querem melhorar o seu mundo, mas não o dos outros, é por isso que vivemos nesta zona, onde quem tem respeito e amor ao próximo é apenas um “louco” que não vai demorar muito para ser exterminado pela teoria dos valores invertidos, onde só é respeitado quem não tem coração.
Sabe aquelas perguntas? Perguntas sem respostas, atitudes sem retorno, ganância por nada e vaidade em dobro. O maior problema é exatamente não resolver os problemas.
A única saída é, nós humanos, sermos de fato, humanos.